03 agosto 2017

Tudo Passa


... mas o futebol é uma indústria de biliões.


Acredito que para um adepto comum, a afirmação acima possa causar-lhe uma certa alergia. Mas, esta é a dura realidade. O culto do atleta, do indivíduo, do "Eu" está muito forte na nossa sociedade. É por isso que cada vez mais os holofotes recaem sobre uns eleitos, ora pelos feitos desportivos, ora pelo comportamento junto dos adeptos, ora pelo comportamento fora do normal. É isso que secretamente apela a cada um de nós, apesar de todos reconhecermos que a força está na união... na equipa. E, por mais que todas as temporadas, os deuses do futebol queiram ensinar-nos esta lição, a maioria de nós comete os mesmos pecados.


O que faria eu com 222M€? Muita coisa! Muita coisa mesmo! O que faria com todo esse dinheiro num Benfica? Provavelmente construía uma equipa para lutar pela Champions, podem ter a certeza. Mas, será que isso difere muito do que o PSG está a fazer com esta contratação? Descansem, porque tudo passa. É verdade que esta quantia parece pornográfica. Mas, vocês sabem quanto é que a Brazzers gera por dia? Isso sim é que é pornográfico, qualquer que seja o ponto de vista! É a lei do mercado.



À primeira vista, esta transferência - a mais cara de sempre na história do futebol - pode ser uma afronta para uma indústria onde a maioria dos futebolistas não ganha sequer o equivalente a um ordenado mínimo nacional. Como é óbvio estou a contabilizar não só à nata do futebol profissional, também os jogadores amadores e semi-profissionais. No entanto, toda a gente, todos os clubes quererão ter os seus "Neymares" e isso obrigará a que a formação e aproveitamento dos talentos seja muito mais focada. E, quando isso acontecer, em vez de um Neymar, teremos 10 parecidos, logo, o que acham que vai acontecer aos 222M€? Transformar-se-ão em 22.2M€ ou até mesmo, pois a oferta aumenta e a procura não tenderá a aumentar, por mais que o futebol cresça. Vivemos pois uma fase expansionista do futebol moderno, mas tudo terá um limite, pois... tudo passa.






P.S.: Fica aqui uma tradução (abrasileirada) da publicação do Sheffield FC:

Querido Futebol,
Hoje é um dia marcante na história do nosso lindo jogo. Finalmente, cruzamos a linha entre os valores sociais e comerciais – e o irreal tornou-se uma realidade indiscutível.
Todos sabemos que o futebol é uma indústria poderosa, mais do que qualquer outro desporto neste mundo jamais poderá ser. Mas todos temos de respeitar, que há mais no jogo do que o dinheiro e a fama. O nosso jogo é sobre milhares de milhões de fãs e apaixonados, não sobre um cheque milionário no fim de cada semana e mês.

Mais do que qualquer outra coisa, todos temos de dar o nosso melhor para manter o jogo como era e como sempre deveria ser. Um símbolo de união, ligando pessoas em todo o mundo, como nada mais seria capaz fazer.
Associar jovens talentos e jogadores profissionais a salários astronômicos, para além da justiça social, tem sido um comum há tempos, mas não se torna a aura dominante e o sentido de onze homens de cada lado a baterem bola durante 90 minutos. Nem para a mídia, nem para os fãs. Nem para as mulheres, nem para os homens. Nem para o velho e nunca para os jovens.
Como fundadores do futebol, é nosso dever recordar a todos as nossas raízes históricas e sociais. A verdadeira casa do futebol não é um único clube, nem um único estádio. A nossa casa comum são os valores em que o nosso jogo está enraizado desde 1857: integridade, respeito e comunidade.
Se começarmos a esquecer, um dia vamos nos arrepender. Os verdadeiros modelos para os nossos filhos são construídos com caráter dentro de campo. Para o futebol, para o jogo que todos amamos, para um mundo que partilhamos juntos.
Vamos manter o jogo real. Para sempre e para todo o tempo.

2 comentários:

  1. O que é o Brazzers?
    astronômicos é com acento agudo no o.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um site com conteudo para adultos Tim.

      Eliminar